quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Polícia Militar:Formatura de mais de duas mil crianças no Programa de Resistência às Drogas e à Violência em Conquista.



Nesta quarta-feira, 12, na Casa de Eventos Mediterrâneo, mais de duas mil crianças das escolas públicas municipais assumiram o compromisso de dizer não às drogas e à violência na formatura do PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. A solenidade contou com a presença de autoridades da segurança pública de Conquista, a exemplo do comandante do Policiamento Regional do Sudoeste (CPRS), Coronel Ivanildo; o presidente da Câmara de Vereadores, Herminio Oliveira; os vereadores Corionalo Moraes (Professor Cori) e Danilo Kiribamba, representantes da sociedade civil e comunidade em geral.

Trata-se de um programa essencialmente preventivo, realizado através do esforço cooperativo entre Polícia Militar, Família e Escola para o combate e prevenção ao uso e abuso de drogas lícitas e ilícitas, bem como a prática de atos violentos.

O público alvo são alunos da Educação Infantil, 5º e 7º ano do Ensino Fundamental, de escolas municipais e estaduais. Na Bahia, o PROERD foi implementado desde 2003, sendo no ano seguinte já iniciado em Vitória da Conquista. Em 2018, o programa completa 14 anos e já contemplou aproximadamente 38.000 crianças e adolescentes.

O Programa é pedagogicamente estruturado em lições, aplicadas ao longo de um trimestre, uma vez por semana, nas unidades escolares, com duração de 50 minutos, ministradas exclusivamente por um policial militar, especificamente preparado que, além da sua presença em sala de aula como educador social, propicia um forte elo na comunidade escolar em que atua.
O PROERD utiliza-se de estratégias lúdicas abordando o tema de combate às drogas e à violência, noções de cidadania e ensino dos valores éticos e morais. A Polícia Militar da Bahia tem no PROERD um instrumento eficaz para transformação social, que proporciona experiências sublimes de proteção, cuidado e oportunidade de um futuro digno.

Fonte:Blog do Rodrigo Ferraz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade do internauta.